Dieta do Vinagre

A associação entre o consumo de vinagre e a perda de peso existe há muito tempo, desde a época do Antigo Egito, ou seja, há milhares de anos. E ainda hoje é comum encontrar relatos em revistas especializadas em dieta e boa forma, de pessoas que conseguiram emagrecer consumindo vinagre.

Tomar vinagre ajuda a emagrecer?

Os proponentes da popular Dieta do Vinagre acreditam que tomar uma pequena quantidade de vinagre de maçã antes das refeições ajuda a inibir o apetite, prolonga a sensação de saciedade e pode de alguma maneira alterar o metabolismo, fazendo com que o corpo queime gorduras mais rapidamente.

Não existem estudos que comprovem, de forma incontestável, a eficácia do vinagre como alimento emagrecedor. Em um estudo realizado em 2005 com um grupo de pessoas voluntárias, foi observado que aqueles que consumiam um pedaço de pão com vinagre antes das refeições se sentiam mais satisfeitos do que aqueles que consumiam apenas o pão. Um outro estudo realizado com ratos indicou que o consumo de ácido acético pode diminuir o acúmulo de gordura no corpo.

Já em um estudo realizado no Japão, um grupo de pessoas com peso e IMC similares consumiu diariamente durante 12 semanas, 500ml de um líquido que poderia conter 0ml, 15ml ou 30ml de vinagre, com sabor semelhante. Ao final do período observou-se que aqueles que consumiram entre 15ml e 30ml de vinagre diariamente apresentavam IMC menor, diminuição da circunferência abdominal, e 1,2kgs a menos no grupo que consumiu 15ml diariamente e até 1,7kgs entre aqueles que consumiram 30ml de vinagre diariamente. É necessário lembrar que isso não se trata de comprovação científica.

Como funciona a Dieta do Vinagre

Como se trata de uma dieta sem respaldo científico, não há uma recomendação oficial. Assume-se que o consumo de pequenas quantidades de vinagre não sejam prejudiciais à saúde na maioria dos casos. A versão mais difundida da Dieta do Vinagre é aquela que propõe 2 colheres de sopa de vinagre ao dia. Existem ainda versões de vinagre em pílulas para aqueles que não apreciam o sabor do vinagre, porém há um consenso que essa forma de consumo deve ser evitada.